quarta-feira, 14 de abril de 2010

O GOLO DA SEMANA (Abril #2)

O Golo da Semana foi parar ao estádio Nemesio Camacho El Campín, situado na capital colombiana, Bogotá. A equipa da casa, o Millionarios, recebeu o Cortuluá, em jogo a contar para a 13ª jornada do campeonato nacional. Aos 16 minutos da 1ª parte ( 00:52 segundos do vídeo) John Montaño, defesa da equipa de Tuluá, na marcação de um livre directo a mais de 30 metros de distância da baliza do Millionarios, manda um "charuto" de pé esquerdo na bola ,que sobrevoa tudo e todos e só pára nas redes do guarda-redes uruguaio, Obelar.
Golo de belo efeito.
Para a semana há mais. Até lá, muito "fair-play"!


segunda-feira, 12 de abril de 2010

A JOGADA DA SEMANA (Abril #2)

Liverpool 4-1 Benfica (Liga Europa 2009-2010)

Minuto 58: Livre indirecto a favor do Benfica. Carlos Martins cobra o lance para a área do Liverpool e em apenas 14 segundos a bola termina dentro da baliza...do Benfica (ver vídeo em baixo).

No encontro que alimentava as esperanças dos benfiquistas na Liga Europa deste ano, o Liverpool praticamente arrumou com a questão da eliminatória (3-0) num lance de contra-ataque, que deveria constar dos principais livros que ensinam a treinar futebol.
Em apenas 14 segundos, a formação de Rafa Benítez passou de uma situação defensiva perigosa, (livre indirecto contra) para uma transição ofensiva rápida e eficaz, com uma autêntica cavalgada de apenas três jogadores.
Aproveitando a maior velocidade do trio Benayoun-Kuyt-Torres, os ingleses beneficiaram de dois erros posicionais da equipa benfiquista. Primeiro, o ineficaz posicionamento de Rúben Amorim e de Carlos Martins (que tinha marcado o livre) e, depois, a "distracção" de Javi Garcia, que cometeu o mais comum dos erros nos futebolistas: acompanhou o movimento da bola, em vez do movimento do adversário.
A inteligência de Benayoun, ao puxar para si a marcação, a velocidade de Kuyt, que acelerou pelo flanco direito, dando linha de passe ao israelita, e o oportunismo de Fernando Torres, delinearam um lance que deve servir de inspiração a qualquer equipa.

__________________________________________________________

terça-feira, 6 de abril de 2010

REENCONTRO COM O BARÇA, NO REGRESSO ÀS "MEIAS"

CSKA Moscovo 0-1 Inter de Milão (0-2, agregado)

O Inter de Milão está de regresso às meias-finais da Liga dos Campeões, sete anos depois da última presença dos italianos nesta fase da competição, que vai proporcionar novo reencontro de José Mourinho com o Barcelona.
Afastado das grandes decisões da "Champions" desde a época 2002-2003, quando foi derrotado nas "meias" pelo rival AC Milan (que se sagraria campeão europeu), o Inter de Milão está agora a dois jogos de marcar presença no jogo decisivo da mais importante competição europeia de clubes.
Tendo em conta que os "nerazzurri" não disputam a final da Liga dos Campeões desde 1972, há 38 anos, portanto, esta poderá ser uma época histórica para o tetracampeão italiano.
No entanto, a formação milanesa terá pela frente "apenas" o actual campeão europeu, Barcelona, isto depois de ambos os conjuntos já se terem defrontado na fase de grupos da prova, tendo se registado um empate a zero e uma vitória para os "blaugrana" (2-0).
Além de novo embate entre os dois gigantes europeus, a eliminatória vai colocar os catalães no caminho de José Mourinho, pela 9ª vez desde que o português iniciou a carreira de treinador principal, contabilizando 2 triunfos, 3 empates e 3 derrotas com os espanhóis.
Em 2004-2005, após ter sido campeão europeu com o FC Porto, Mourinho estava ao serviço do Chelsea, quando os "blues" eliminaram o Barça nos oitavos-de-final da prova (derrota por 2-1 em Camp Nou e vitória por 4-2 em Stamford Bridge), antes de perderem com o Liverpool nas "meias" da competição.
Na temporada seguinte, o sorteio europeu ditou novo confronto entre as duas equipas, nos oitavos-de-final, mas a história seria diferente, com o Barcelona a triunfar (2-1 em Inglaterra e 1-1 na Catalunha) e a trilhar o caminho para a conquista da Liga dos Campeões desse ano.
A temporada 2006-2007 colocaria os dois conjuntos no Grupo A da prova e Mourinho sairia com saldo positivo (vitória por 1-0 e empate 2-2), antes de ser eliminado, novamente, pelo Liverpool nas meias-finais.
Resta saber se o reencontro de Mourinho com o Barcelona vai marcar o regresso do técnico luso à final da "Champions", já que desde que foi campeão europeu com o FC Porto nunca mais teve esse prazer.
__________________________________________________________

segunda-feira, 5 de abril de 2010

A JOGADA DA SEMANA (Abril #1)



Arsenal vs Barcelona, 31 de Março de 2010, 1ª mão dos Quartos de Final da Liga dos Campeões 2009/2010, Emirates Stadium.

Jogo digno de uma final europeia que decorreu a um ritmo electrizante. Se a 2ª mão decorrer a este ritmo, confirma-se: os Deuses do futebol estão mesmo loucos.

A jogada da semana é um autêntico “triângulo blaugrano” que nasce dos pés de um génio, de um médio que através da sua forma de jogar transmite de forma perfeita que o futebol é um jogo colectivo: Xavi.

Marcava no placard electrónico 5:30 da 1ª parte (1:02 do vídeo) quando Xavi pegou na “batuta” no meio campo do Arsenal e driblou para a direita, soltando-se do camisola 17 dos “gunners”, Alex Song. Enquanto o génio caminhava com a bola dominada, Pedro recuava no lado direito do ataque do Barcelona, fazendo com que o defesa esquerdo da equipa inglesa fosse atrás de si e avançasse em demasia em relação à sua linha defensiva, provocando um erro de posição no adversário. Ora, aqui Pedro fez de lobo.

E enquanto Pedro, sem bola, abria um buraco no lado esquerdo da defesa inglesa, Daniel Alves “dava à sola” em direcção à grande área. Posto isto, Xavi tirou a régua e o esquadro da mochila, achou as medidas em relação ao posicionamento de Daniel Alves e colocou pelo ar a bola no espaço vazio das costas da defesa inglesa. O brasileiro, que vinha em velocidade, recebeu o passe e com um segundo toque na bola, no interior da grande área, cruzou para o avançado Ibrahimovic que na cara do guarda-redes, ao contrário do que é habitual, rematou por cima da baliza.

Sem dúvida que a forma como este triângulo (Xavi – Daniel Alves – Ibrahimovic) foi desenhado, e sem esquecer o contributo importante de Pedro, merecia ter sido concluído em glória, com um festejo de golo no Emirates Stadium. Mas o futebol é assim mesmo.

A sublinhar: visão de jogo e qualidade de passe de Xavi, entendimento entre Pedro e Daniel Alves e antecipação do internacional sueco, que adivinhou o que se ia passar nos momentos seguintes assim que a bola saiu do pé de Xavi (reparar com mais pormenor na repetição). Ibrahimovic coloca-se em posição privilegiada deixando os jogadores do sector defensivo do Arsenal para trás. Excelente jogada de ataque do Barcelona.

Para a semana há mais destaques.

Até lá, muito “fair-play”!

O GOLO DA SEMANA (Abril #1)

Radamel FALCAO (FC Porto 4-1 Marítimo - 03.04.2010)

O primeiro "Golo da Semana" do blogue vai para um tento pleno de espontaneidade e habilidade do ponta-de-lança colombiano, que fez aqui o primeiro de dois golos, num encontro em que o FC Porto começou a perder.
No entanto, tendo em conta que a semana foi fértil em golos de belo efeito, deixo aqui referência aos tentos de Caio (Eintracht Frankfurt), Ashley Young (Aston Villa) e Ángel López (Villarreal).


__________________________________________________________

domingo, 4 de abril de 2010

Dia Zero

Este não é o blogue desportivo que todos esperavam, mas antes o blogue desportivo que faltava.
Criado por Marco Oliva, jornalista desportivo, e por Abel Andrade, advogado estagiário, “Tempo e Resultado” é um blogue de opinião, em que o futebol é o tema central, embora com espaço reservado para as outras modalidades.
Este blogue vai ser composto por diversos textos de opinião escritos pelos seus fundadores e terá sempre dois tipos de destaques: o semanal e o mensal.
O destaque semanal terá lugar às segundas-feiras, dia em que será escolhido o golo da semana e a jogada da semana. No destaque mensal será feita a devida homenagem à equipa e à personalidade do mês.
Resta sublinhar que, uma vez que os principais campeonatos de futebol na Europa e as competições criadas pela UEFA terminam em meados do mês de Maio, “Tempo e Resultado” vai estar em funcionamento até essa data. A partir daí, o blogue terá a sua actividade suspensa até ao início da nova época desportiva, salvo se valores mais altos se levantarem.

Até lá, muito fair-play!
__________________________________________________________

Tempo e Resultado

Expressão eterna que ficou nos ouvidos de quem acompanhava as épicas tardes desportivas de domingo na rádio, quer estivesse em casa, na rua, no carro, no estádio ou nos pavilhões.
Expressão que era precedida de milésimos de segundo de suspense, em que os corações paravam.
Expressão que tornava os Domingos em dias de emoções fortes para os adeptos das diversas modalidades desportivas, que se “colavam” à telefonia.
__________________________________________________________